Sábado, 20 de Agosto de 2011

A "puta" da realidade

Andámos nós a tentar "desculpar" a vida, a nossa, de ocidentais, de "bárbaros" modernos e aí está a crise, prenhe de desrazão, a cair-nos em cima da cabeça.

Quem o diz, todos os sábados, é o filósofo de Coimbra, Anselmo Borges, pensador arguto e atento ao que importa e condiciona, verdadeiramente, as nossas vidas.

A crónica d'hoje é essencial.

Leiam-na, meditem e, depois, ao terminar, perguntem-se: quando vivemos?

A resposta é quase óbvia. Não. Somos vividos.

«Agora, é Edgar Morin, o pensador da complexidade, que, do alto da sabedoria dos seus 90 anos, publica La Voie, e, a propósito, numa entrevista à Sciences Humaines, vem dizer verdades imensas.

"O planeta Terra está metido num processo infernal que leva a Humanidade a uma catástrofe previsível. Só uma metamorfose histórica poderá permitir resolver as crises - maiores e múltiplas - ecológicas, económicas, societais, políticas, que ameaçam a própria existência das nossas civilizações em vias de unificação."»

tags:

publicado por weber às 12:07
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A "puta" da realidade

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...