Sábado, 30 de Junho de 2012

A igreja católica numa encruzilhada

Comemora-se os 50 anos do Concilio Vaticano II, levado a bom porto pelo hesitante intelectual e Papa, Paulo VI.

Hoje, muitos homens ligados à hierarquia e à fé cristã interpelam-se sobre a necessidade de reformas que adequem esta Igreja ao ar dos tempos, ao contexto em que a humanidade existe, vive, trabalha e morre.

Anselmo Borges sempre atento a estes tópicos elabora a partir de um encontro promovido pela UIM.

"Durante esta semana, em Santander, na UIMP (Universidade Internacional Menéndez Pelayo), realizou-se um Curso de Verão sobre os 50 anos do Concílio Vaticano II (1962-1965). A direcção pertenceu ao teólogo Juan José Tamayo (na foto e, em vida deste, amigo próximo de José Saramago).

O Concílio foi um enorme acontecimento. Sem ele, é inimaginável a situação da Igreja Católica e, consequentemente, dada a sua influência no mundo, também do próprio mundo. Como sublinhou Tamayo, operaram-se grandes transformações."


publicado por weber às 17:32
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A igreja católica numa en...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...