Terça-feira, 27 de Setembro de 2011

Esta é a minha "faena"

O que eu gosto, mesmo, é de uma boa crónica.

Posso não estar de acordo com o tópico, mesmo com as inferências do cronista, mas se ela é bem escrita...perco-me.

O meu reino por uma boa crónica.

Pelintra que sou, rei sem reino, mas tenho bom gosto e gosto de uma boa crónica.

Está dito, para começo de conversa.

Olhem-me só para esta crónica, que "cavalga" a incompetência do cronista sobre o tópico, mas apreciem-lhe o ladear do bicho.

De que estou a falar? de quem se trata?

É fácil.

Clique aqui.

E leia já:

"Há dias mandaram-me para Barcelona. Era a última tourada da Catalunha (uma terra de Espanha) e eu fui. Disseram-me depois que fui demasiado pró-touradas, eu, que não distingo uma verónica de uma chicuelina. O meu fascínio era outro: era o fascínio dos outros. A arte de escrever dos críticos tauromáquicos, o sentido de tragédia dos toureiros (Belmonte dizia que só toureava porque assinava os contratos no início das temporadas, se fosse no dia da corrida nunca o faria, tanto era o medo), o ridículo do traje de luces, as cores dramáticas dos cartazes, as ganas de acossado dos aficionados, tudo com um exagero que torna o todo comovente. Os das touradas eram gente, comparados com os antitouradas que me pareceram burocratas de uma causa, contra o touro na arena mas não se importando que no matadouro de Barcelona os animais sejam sangrados durante horas para cumprir o rito halal. Os aficionados eram movimento, cada vez mais ténuo, em vias de desaparecer, mas movimento; os da proibição eram o que são sempre, empatas da História. Por isso em Barcelona escolhi os meus. Se amanhã me disserem para ir para a Arábia Saudita, irei de bom grado porque lá também há uma história de movimento e do oposto. O rei disse que as mulheres podiam votar. Só para as municipais (só há eleições para as municipais) e só metade dos conselhos municipais são eleitos. Mas, lá está, fico sempre encantado em ver homens (no caso, mulheres) a mexerem-se."

Foto - José Tomás, o diestro da moda em Espanha durante a última tourada na "monumental" de Barcelona.

Nunca mais se efectuará qualquer tourada nesta praça de Espanha.

Porquê?

Porque foi proibida.

tags:

publicado por weber às 19:15
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Esta é a minha "faena"

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...