Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012

"parvus" vs "magnus"

Do latim vem-nos quase tudo.

O nosso actualíssimo "parvo", que nos chega do "parvus" latinório, não é mais que pequeno.

Se designarmos Marques Mendes ao Sarkozy de "parvo", não só não os estamos a ofender, mas, simplesmente, a anunciar a sua pequenez corpórea.

Sem mais.

Mas isto vem a propósito de quê? Ah!, já sei, desta belíssima quanto certeira croniqueta sobre a derrota, quase anunciada, do presidente actual da França, que ainda não sabe, que já não é a França. Voilá tout.

O jornalista luso-angolano, escritor diário no DN, uma vez mais, certeiro, azougado e sagaz.

Atente-se ainda neste quase adieu que reforça a tese do nosso cronista.

tags:

publicado por weber às 12:07
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. "parvus" vs "magnus"

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...