Domingo, 17 de Outubro de 2010

Artur Santos Silva

A propósito de uma entrevista dada por este homem do Norte ao Público, o nosso embaixador em Paris, Francisco Seixas Costa, traça-lhe um retrato impressivo, curto, mas ainda assim quase de corpo inteiro.

Este  cidadão exemplar, republicano, virtuoso e cultor de uma ética exemplar merece todos os retratos.

Temos entre nós muito gente competente, sábia, sabedora, portadora de ciência exacta e de cultura.

Rareiam entre nós gente com dimensão e exemplaridade éticas.

Artur Santos Silva recolhe em si tudo o que de bom deve habitar num ser humano.

Recolhe ainda uma outra virtude:a tolerância, bem que vai escasseando na nossa humana condição.

Leiam o post do senhor embaixador, homem bom, também ele, culto, prudente e humilde.

É sempre um prazer lê-lo e os seus textos são, sempre, uma fonte inspiradora de boas práticas.

Há tempos, a pretexto das comemorações do centenário da República e de uma notável entrevista que então concedeu ao Expresso, tracei-lhe aqui um retrato curto.

A pátria precisa de gente como Artur Santos Silva, disso não tenho qualquer sombra de dúvida.


publicado por weber às 12:49
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Artur Santos Silva

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...