Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010

"Passeando pelo Bolhão"

Há três cidades, que eu gosto, particularmente, e nesta ordem: Porto, Bruxelles e Lisboa.

Um dia explico a ordem e o gostar.

Para já fiquem com o post surripiado no "mesamarcada" e com uma foto que eu escolhi.

NB - A história destes rebuçados é de espantar.

A fábrica situa-se no coração da Amadora, numa rua de prédios e vivendas de habitação, bem perto da Academia Militar, com trabalhadores que já vão na terceira geração.

O actual proprietário, filho do fundador, José António, é homem bom e honrado e convive, ele e a mulher, professora jubilada, bastas vezes, com a minha tertúlia.

Um dia deste conto-vos a história, de espantar, destes rebuçados.

Para vos aguçar o apetite, sempre direi que, o Dr. Bayard era judeu, refugiado em Portugal ao tempo da 2ª Guerra Mundial...


publicado por weber às 10:35
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. "Passeando pelo Bolhão"

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...