Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012

Duelo de titãs

Ontem, em Melbourne, decorreu a final masculina do Open da Austrália, em ténis.

Frente a frente dois gigantes: Rafael Nadal e Novak Djokovic.

Quase 6 horas de pancadas atrás de pancadas. Cinco sets.

No final, o desportivismo do abraço do vencedor ao vencido.

Provavelmente, só no ténis é que se percebe a grandeza dos homens, e das mulheres (ou, ás vezes, poucas, a pequenez do atleta...).

Rafa Nadal é o meu eleito, de quem gosto, verdadeiramente, no circuito ATP.

É enorme a ganhar, é grande a perder.

A fotografia, no final do encontro, nem carece de legenda ou de comentário.


publicado por weber às 14:21
link do post | comentar | ver comentários (1)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Duelo de titãs

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...