Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

E o vate contra-ataca

Retirado do blog de Manuel Alegre um pedaço da entrevista que deu à Visão:

“Penso que é possível derrotar Cavaco Silva”
Em entrevista à revista Visão, Manuel Alegre afirma que “houve uma grande mudança. Uma coisa é governar em maioria absoluta, outra é governar com maioria relativa, em que é preciso outros talentos”. Para o ex-candidato presidencial, “não vai ser fácil para José Sócrates passar a uma cultura de diálogo”, mas um acordo com o CDS “teria consequências muito negativas não só dentro do PS mas no eleitorado”. Quanto às relações com Belém, Manuel Alegre considera que a recente declaração de Cavaco Silva “não teve o tom nem o conteúdo desejáveis”, concluindo que “este caso nunca devia ter acontecido, nem devia ter sido tratado da forma que foi”. Quanto às próximas presidenciais, Manuel Alegre afirma ter a convicção de que “uma parte da direcção deste PS, como os chamados soaristas, tudo farão para que eu não seja o candidato do PS” e que “isso é muito fastidioso”. Manuel Alegre avisa ainda: “Já sei que agora vão aparecer muitos candidatos”, mas diz que está prevenido. Sem afastar a hipótese de uma recandidatura, mas lembrando que não está disponível para a intriga política, Alegre recorda o que disse em 2006: “não há coroações nem vencedores antecipados em democracia” por isso pensa que, embora sendo um adversário difícil, “é possível derrotar Cavaco Silva”.
[Paulo Pena, Visão - título e resumo nossos, 01.10.2009] ++


publicado por weber às 15:27
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. E o vate contra-ataca

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...