Sexta-feira, 22 de Outubro de 2010

A duplicidade sempre foi má conselheira

 

Este post do senhor Rodrigo Saraiva, "alberguista" de nomeada, sobre a entrada do social-democrata Branquinho no grupo Ongoing (onde já está o marido de Manuela Moura Guedes), especialista em comunicação social e tv's, sobretudo tvi's, mereceu-lhe encómios éticos, que pode escrutinar aqui e que eu considero um must da bloga.

Leiam ainda por aqui material correlativo sobre este tópico: politica e negócios.

Mas, imaginemos, um só instante, que o lugar era ocupado, nas mesmíssimas condições, pela deputada socialista Ana Catarina Mendes, ou, uma outra hipótese ainda, pelo socialista da Marinha Grande, Osvaldo Castro?

Acham mesmo que o senhor Saraiva se deixaria levar pela mesma enxurrada de elogios?

Não.

Não me parece.

Este senhor parece-me, mesmo, aquele feijão fradinho, que tem duas caras, e já serviu para muito chiste.

tags: ,

publicado por weber às 18:32
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A duplicidade sempre foi ...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...