Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012

A corda dos navios

Ele há uma "piada" recorrente, em forma de pergunta, que a gentes da Marinha coloca a um qualquer paisano, que visite uma unidade navegante.

Quantas cordas existem num navio? Preplexo, o ouvinte, não se dá conta da armadilha e sustenta a pergunta com...o silêncio.

Então, aí, o marinheiro, impante, diz-lhe, com um sorriso nos lábios: - A corda do sino, a corda do relógio e (a)corda que se faz tarde.

Isto vem a propósito de quê?

Da polémica que envolve uma suposta Associação de Oficiais das FFAA's, controlada, animada e excitada pelos comunistas de Jerónimo de Sousa e o Ministro da Defesa Nacional, Aguiar Branco.

A blague da corda foi-me suscitada por esta foto tirada aquando da visita ministerial ao Navio Escola Sagres, exactamente, junto do sino e da tal corda.

Acho que o ministro acordou em boa hora e deu as respostas adequadas a esta "pseudo" associação, a virar mais a sindicato de rua.

As FFAA's são garante de soberania, têm de cultivar a prontidão para o cumprimento das missões que lhe estão atribuídas, cultivam o respeito pela dependência hierárquica e a coesão da instituição, que tem nos seus comandantes-chefes os únicos porta-vozes que em seu nome falam e transmitem à tutela o que os preocupa.

Estas associações, em democracia, são espúrias e reflectem situações residuais do PREC de 1975, de que o PCP beneficia e instrumentaliza para os seus desígnios de "destruição" do Estado burguês, do capitalismo nacional.

Parece-vos excessivo estas formulações? Nem um pouco.

É assim mesmo. Nas FFAA's, nas policias, nas Magistraturas, nos Juízes, na investigação policial e em todos os aparelhos de Estado sente-se a mão ranhosa, sem pudor e antipatriótica dos comunistas.

O ministro, este ministro, esteve bem em tratar, como o fez, esta "oficialidade" a mando dos desmandos do PCP.


publicado por weber às 10:52
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A corda dos navios

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...