Sexta-feira, 13 de Maio de 2011

Da falta de ética nos debates televisivos

 

No confronto entre Sócrates e Portas, este, manhoso, as mais das vezes amoral, mostrou gráfico truncado, aldrabado, para "encostar" o adversário às cordas pelo argumentário, que se sucedeu à visão do "dramático" boneco.

Agora, foi a vez de Francisco Louçã (como diz Jerónimo, farinha do mesmo saco, no que à manipulação diz respeito) que, na disputa televisiva com o primeiro-ministro lê uma "carta" assinada pelo ministro das finanças ao FMI onde este promete "uma redução substancial na contribuição patronal para a TSU" (estou a citar de memória).

O ministro Silva Pereira vem denunciar a marosca, afirmando que não há nenhuma "carta" para o FMI. 

A reacção do Bloco faz-se ouvir através de Fazenda, que pode confirmar adiante: afinal fazia parte do Memorando.

Já se percebeu que estão todos contra Sócrates e que vai valer tudo.

tags:

publicado por weber às 08:14
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Da falta de ética nos deb...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...