Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011

O que está à frente do nosso nariz

dá muito trabalho a entender.

Esta frase não é minha.

Tenho a certeza de já a ter lido algures, mas vem a calhar para "enquadrar" a crónica de FêFê, que pode ler neste link.

E in extenso, de seguida:

«Medeiros Ferreira já foi ministro dos Negócios Estrangeiros (um Governo Soares, 1976) e pertence àquele restrito grupo de portugueses que nos faz perguntar o contrário do insulto de que tantas vezes temos ganas: mas que faz este tipo na comissão política (ou no Governo, ou no Parlamento)? É, Medeiros Ferreira hoje não é um político activo, e é um absurdo. Se calhar é porque ele não quer, mas não deixa de ser um desperdício. Se eu fosse líder de um desses partidos que governa ou quer governar insistiria em oferecer uma cadeira ao velho açoriano: "Você senta-se aqui, ouve-nos e no fim, por favor, destrua-nos as asneiras que decidimos." Felizmente, Medeiros Ferreira tem um blogue (Córtex Frontal) e podemos ir lá desencantar as tolices pátrias. Mas, lá está, bebemo-las depois de cometidas, quando o País podia poupar-se a elas. A última foi a de Passos Coelho e o seu preciosismo em dizer que iria abster-se na moção de censura do Bloco de Esquerda. Pergunta Medeiros Ferreira: "Não seria mais rigoroso Passos Coelho ter declarado apenas que o PSD não aprovará a moção de censura do BE?" De facto, ninguém conhecendo o teor da moção, quem garante a Passos Coelho, que não pertence ao círculo íntimo de Louçã, que o PSD não leva nela mais tareia que o PS? E, se assim for, o PSD abstém-se? O que diz Medeiros Ferreira é óbvio. E que falta nos fazem tipos que digam coisas óbvias.»

Subscrevo, por inteiro, tudo o que diz o jornalista.


publicado por weber às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (1)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O que está à frente do no...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...