Terça-feira, 11 de Janeiro de 2011

Literatura russa

A Ana Cássia Rebelo, no seu blog para literário, escreve de quando em vez e, sempre com mor qualidade.

Anotem este belíssimo sobre esta figura do século XIX, saltykov-shchedrin, eminente e dotado humorista das belas-letras russas.

Por que o texto é curto vai in extenso:

«Comprei um livro. Fui lê-lo para a igreja onde vivem os anjos da cidade. Não há melhor sítio para ler. A luz é suficiente, o ruído do mundo chega abafado e longínquo, cheira a madeira encerada. A companhia também é boa: a senhora que usa uma mantilha na cabeça e sapatos brancos, o homem que reza de olhos fechados e mãos abertas, a mulher que caminha na pontinha dos pés em sinal de respeito, abraão imolando o filho com um cutelo. Não lia há muitas semanas. O regresso à leitura encheu-me o coração de alegria. Até chorei. Coisa mais parva. É bom ler os clássicos


publicado por weber às 16:27
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Literatura russa

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...