Sábado, 4 de Fevereiro de 2012

O sexo de J. Edgar

 

Pode-se "biografar" uma personalidade que "marcou", desta ou daquela maneira, um país, um desporto, uma arte, uma instituição, de várias maneiras.

O realizador americano Clint Eastwood já o fez com várias pessoas, escolhendo, sempre, modos e pontos de vista distintos.

Fê-lo com Charlie Parker, em Bird, fê-lo com Nelson Mandela, em Invictus, e, agora Hoover, em  J.Edgar.

Para este, que desenhou o FBI (segurança interna) e nele trabalhou durante 48 anos, dirigindo-o durante 37 anos, trabalhando com seis Presidentes, desde Roosevelt até Richard Nixon, o realizador escolheu a "sexualidade" ou, quase que se pode dizer, a ausência "castradora" dela, como exercício lúdico, erótico ou, até, como fantasma do poder!

A cena com as senhoras, no restaurante, é paradigmática da violência que deve ter significado a "opção" tomada de não "sair" do armário e de não concretizar a sua paixão homossexual...pelo seu número 2, com quem viveu quase toda sua vida activa de Director do FBI!

O critico João Lopes, di-lo bem melhor e de modo mais competente do que eu. Basta lê-lo aqui e apreciar com apenas um clic, algumas imagens e falas do filme.

O desempenho do actor, provavelmente "maldito", porque não se consegue desembaraçar, digo eu, da sua própria pele (como o fazem Al Pacino, Robert de Niro, entre outros...) Leonardo Di Caprio, é de excelência.

Mas, uma vez mais, a Academia passa-lhe ao lado, no que aos Óscares diz respeito. Nem uma nomeação.

Eu gostei, bastante, deste J. Edgar.

Conhecia o policia, o anticomunista, o todo poderoso Director do FBI, que condicionava Presidentes, que possuía informação de milhões de cidadãos americanos e não só... Não me passava pela cabeça a dimensão do drama da sua sexualidade.

O guionista foi o mesmo que escreveu o script para o impressionante filme que dá pelo nome de MILK, com uma sublime representação de Sean Penn.

A ver.

tags:

publicado por weber às 11:32
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O sexo de J. Edgar

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...