Sábado, 5 de Novembro de 2011

Georges Papandreou: um grande líder

Um dos temas recorrentes, nos últimos meses e a pretexto da crise da zona Euro, "faltam líderes na Europa".

Pois, o país que mais fundo desceu na austeridade, na crise, na chafurdice da batota, das contas, do deixa-andar, a Grécia, segregou um enorme líder: Papandreou.

Renegociou com acerto a dívida, encostou a lidertança germano-franca à parede, arrebatou toda a atenção do G20, reunida em Cannes e resolveu, no Parlamento grego o problema que tinha suscitado, e que pode verificar aqui em noticia seca e sóbria do DE.

Georges Papandreou ficará, na história grega, como o homem providencial que, retirando-se, permite que o seu país saia do atoleiro onde se encontrava.

Georges Papandreou ficará, na história da Europa como o homem que provocou um tremendo sobressalto e obrigou a União Europeia a serrar fileiras e a perceber o caminho que deve e que tem, obrigatoriamente, de trilhar.

tags:

publicado por weber às 09:25
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Georges Papandreou: um gr...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...