Terça-feira, 19 de Abril de 2011

Pedro Correia: o tragediógrafo

 

O jornalista e famoso "alberguista" espanhol gosta da tragédia.

É óbvio que tem um olhar travesso.

Só topa os ciscos nos olhos alheios.

Na sua gente, na sua tribo de "ideias", quando as há, não vislumbra senão sabença, argúcia analítica, quando mesmo argumentativa.

A última "aventura" do bloguista militante prende-se com a "estranha" entrevista dada pelo fundador do CDS e da democracia portuguesa pósabrilista, que eu muito admiro e respeito, e também errático "politico": foi Presidente da Assembleia Geral da ONU apoiado pela família socialista e foi MNE no primeiro governo de Sócrates, que uma maleita na coluna impediu de terminar a legislatura.

Ultimamente, vá-se lá saber porquê, tem-se "aproximado" dos nossos sociais-democratas.

É vê-lo, às vezes, de modo enviesado, a zurzir no engº Sócrates.

A pergunta, que, legitimamente, se lhe pode fazer: porquê, professor Diogo Freitas do Amaral?

O atrevido Pedro Correia, homem sem dúvidas e habitado pela certeza que Sócrates vai perder as eleições a 5 de Junho, aproveita a entrevista de Freitas para fazer uma espécie de obituário do engenheiro José.

Compara-o, para desprimor do nosso primeiro, com Zapatero, que anunciou que não se vai recandidatar.

Pois.

E a diferença entre Espanha e Portugal?

Entre os políticos de lá e os de cá?

José Luis Zapatero vai cumprir a legislatura, com o apoio de "todos" para enfrentar a crise: os sindicatos, a patronal e as oposições, que não estão angustiadas para chegar ao Governo.

Faz mais de uma ano que, em sondagens, o PP de Mariano Rajoy leva 12% de diferença para o PSOE...e nem lhes passa pela cabeça derrubar o governo.

Aqui não foi assim.

Vamos ver como tal ocorrência se repercutirá no modo de votar dos portugueses.

Em louvor de Pedro Correia e do seu amantíssimo líder, Pedro Passos Coelho, um ditado de Vila Real, que é todo um programa: - Só se deve limpar o cú depois de cagar.

Leia a posta, não tropeçar na "bosta" que por aí perpassa, do promissor jornalista: Freitas o evangelista.


publicado por weber às 11:16
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Pedro Correia: o tragedió...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...