Domingo, 8 de Janeiro de 2012

Crónica de tempos revoltos

Faz quase quatro anos, em cima de acontecimentos perturbadores, lancei no espaço da bloga um texto inconsequente, fraquito, mas ainda assim capaz de merecer, hoje, algum sentido e actualidade:

«Há momentos em que nos assalta um sentimento estranho de perplexidade, de estupefacção, de perturbação, face a comportamentos, a silêncios, a atitudes, a actos, a acções e/ou omissões, aparentes ou reais, a situações difusas, mal percebidas, apenas entreabertas ou claramente perceptíveis.Isto vem a propósito duma experiência recente, vivida entre amigos, construtores numa mesma "fraternitas".Uma decisão, insuficientemente explicada e explicitada, provocou-me uma imensa vontade, necessidade e urgência de provocar uma ruptura, não só epistemológica, mas consistente, substantiva, funcional e, porventura, sem eu me dar conta de tal, até organizacional.Isto foi construído, por mim, a partir dum certo ângulo de visão, numa perspectiva racional, assente em pressupostos quase inabaláveis e desenvolvido com uma lógica interna coesa, irredutível e quase inatacável. Mas, e os "mas", no processo histórico, são, de quando em vez, decisivos e determinantes, olvidei-me da dimensão dos "afectos" que incorporam, SEMPRE, as "fraternitas". Erro grosseiro e sem remédio.Os afectos, os de sinal positivo e os outros, de sinal contrário, quase que submergiram, por completo, a iniciativa "oposicionista".

Lição n.º 1

Nunca, nas "fraternitas" se deve olvidar os afectos, o calor dos sentimentos e a sua eficiência nas dinâmicas grupais;

Lição n.º 2

Nunca devemos assumir "absolutos". A nossa "verdade" nunca deve ser confundida com a VERDADE.

Lição n.º 3

A humildade nunca fez mal a ninguém, nem à saúde, nem à psique.

Lição n.º4

Deve-se SEMPRE considerar e ter em conta as lições n.ºs 1, 2 e 3.

Contudo, mesmo quando, por impossibilidade material e espiritual, não detemos, nem TODA a verdade, nem a VERDADE, sabe MUITO bem tropeçármos na AMIZADE dos amigos!»


publicado por weber às 16:39
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Crónica de tempos revolto...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...