Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

"Caudilho de Espanha, com a graça de Deus"

Francisco Paulino Hermenegildo Teódulo Franco y Bahamonde ditador de Espanha, vencedor da Guerra Civil espanhola, responsável por atrocidades inomináveis, assassino confesso de Garcia Lorca, responsável pela morte lenta de Miguel Hernández, nomeadamente, teve outra facetas escondidas, ou menos conhecidas.

Nascido em 1892 e falecido em 1975.

Escreve e publica em 1922 "Diário de una bandera". Sob pseudónimo de Jaime Andrade escreveu a novela "Raza" e com o pseudónimo Jakim Boor publicou uma série de artigos anti-maçónicos e anti-semitas no diário "Arriba" boletim do movimento de extrema direita Falange.

Um dia terá afirmado a Foster Dulles, secretário de Estado dos EEUU: "A maçonaria é muito boa para a Inglaterra. O problema é que, em Espanha, continua a ser muito boa para Inglaterra."


publicado por weber às 11:25
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. "Caudilho de Espanha, com...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...