Segunda-feira, 4 de Julho de 2011

A coerência de Fernando Nobre

 

Em entrevista ao Expresso, o Presidente da AMI, candidato derrotado nas eleições presidenciais de 2011, aceitou ser cabeça de lista por Lisboa, nas listas do PSD, nas eleições legislativas, à condição de ser o candidato dos sociais-democratas para a presidência, desta vez, da A.R.

Nessa entrevista, disse mais. Se tal não ocorrer, sairei de deputado.

Facto que veio a ocorrer na sexta-feira passada, em carta envida à Presidente Assunção Esteves, demitiu-se.

A coerência está, pois, assumida.

Veja aqui a não surpreendente noticia e ainda aqui 1.


publicado por weber às 17:36
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A coerência de Fernando N...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...