Domingo, 24 de Abril de 2011

Félix Féneon (1861 - 1944)

 

 

Não lhe diz nada este nome?

A mim, também não.

O El País faz um trabalho interessante sobre este jornalista, anarquista e artista, que terá inventado o "twitter".

Ou seja, dava noticias com três linhas.

Aí estava o essencial.

A descrição escavada até ao osso.

Mas isso ocorreu nos finais do século XIX...o que faz toda a diferença.

Veja aqui o interessante texto, sustentando que o café, com as suas ruidosas e singulares tertúlias, foi deslocado para as redes sociais: Félix Féneon un pionero.


publicado por weber às 21:24
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Félix Féneon (1861 - 1944...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...