Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011

A vida corre mal aos próceres do Cavaquismo

As coisas, na tribo cavaquista, não andam lá muito bem.

Foram as patifarias no BPN, que quase dizimaram o cavaquismo e que continuam a corroer a credibiliade sobrante do senhor Silva.

Agora é o inefável Profesor Queirós, que anda a contas com a justiça. Por causa da Selecção Nacional e da Federação? Nem um pouco.

Parece que o senhor Queirós ferrou o calote ao empresário FIFA, Salem Jawad, pelo contrato, que este intermediou, com a federação de futebol dos Emirados Árabes Unidos.

Leiam a noticia aqui.

O Professor perdeu na primeira instância, na causa principal, pagamento devido ao empresário e ainda como litigante de má fé.

Este filho dilecto do cavaquismo é mesmo mau carácter.

Cavaco tem de ir à bruxa por que, a caminhar assim, ainda o homem se estatela na corrida para Belém.


publicado por weber às 12:39
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A vida corre mal aos próc...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...