Segunda-feira, 23 de Maio de 2011

Rajoy "esmaga" Zapatero, mas não exige legislativas antecipadas

Em Espanha realizaram-se ontem eleições para algumas regiões autonómicas e para as municipalidades.

Os resultados são esclarecedores.

Alguns mesmo históricos.

Na Catalunha, por exemplo, o PSOE local perdeu, coisa que não ocorria há 32 anos.

Outro fenómeno interessante: mais de 500 míl votos em branco. O velho Saramago, que numa metáfora literária defendia o voto em branco, começa a "ter alguma razão".

Veja a reportagem em politica.elpais.

 

Resumen del escrutinio 2011
Escrutado: 100 %
Contabilizados: 22971350 66.23 %
Abstenciones: 11710762 33.77 %
Nulos: 389506 1.7 %
Blancos: 584012 2.54 %
PartidoVotos%
PP 8474031 37.53
PSOE 6276087 27.79
IU 1424119 6.31

As tendências estão, obviamente, a confirmar-se.

Quem está no poder, em tempo de crise, e vai a votos, perde.

Já tinha ocorrido em Inglaterra, na Grécia, na Finlândia.

Agora, foi a vez da Espanha, que virou francamente à direita.

A imprensa do país vizinho anuncia mesmo: "O tsunami do P.P. de Mariano Rajoy".

Foto - José Luís Zapatero:três horas apenas e depois de se conhecer os resultados...o rosto da derrota.

Em democracia, como uma vez disse Laborinho Lúcio, "há duas coisas boas; uma, é, naturalmente, ganhar e outra...é perder".


publicado por weber às 11:15
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Rajoy "esmaga" Zapatero, ...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...