Sábado, 18 de Junho de 2011

Eduardo Pitta, um gentleman

Vindo de Moçambique, fazendo parte de uma intelectualidade buliçosa e cosmopolita, tem-se afirmado, desde que "retornou", como um dos nossos melhores intelectuais, na actualidade.

Homem livre, livre pensador, sem que tal remeta para uma qualquer deriva maçónica, creio eu, tem gerido, diariamente, um blog de referência "Da Literatura", com qualidade e elegância.

A pretexto do novo elenco governativo escreveu post tranquilo e avisado.

Amigos, e leitores, terão reagido, perplexos, ao tom e à forma como curou de abordar os 12 ministros, mais os secretários de Estado, onde se inclui um seu amigo de longa data, Francisco José Viegas.

Responde-lhes de modo cordato, e sábio, aqui: PRETO NO BRANCO.

Qualquer dos post's parecem-me bem.

Nada a apontar, a um e ao outro, excepto o título do segundo "preto no branco".

Sabendo-se que,  o primeiro-ministro, é um branquelas de Vila Real.

Tendo nós conhecimento que, a "primeira-dama" é uma preta da Guiné.

Aconselha-se alguma prudência cromática, hoje em dia, na factura dos títulos, digo eu.

A prudência sempre foi boa companheira, dos deuses, como dos humanos.


publicado por weber às 12:42
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Eduardo Pitta, um gentlem...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...