Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Ana Catarina Mendonça Mendes

 

Ana Catarina Mendonça Mendes, deputada eleita pelo circulo de Setúbal nas listas do Partido Socialista, ex-dirigente da Juventude Socialista, já

com várias legislaturas às costas, vice-presidente da bancada e membro da Comissão Eventual...

Ontem, deu uma lição de rigor, de ética e de politica ao "pequenino", marreco, e ainda "coxo", João Semedo.

Militante do PCP, responsável pelo Sector Intelectual do Porto durante anos.

Membro do Comité Central e, depois, aderente da Renovação Comunista liderada pelo falecido Edgar Correia, também, do Porto.

Hoje, não sei qual a "filiação" deste médico nortenho: é do BE? é  ainda dos Renovadores?

Ele assume-se como deputado do BE 24 horas por dia.

Esta afirmação é dele e remete para o estakonovismo da reforma agrária comunista nos campos do Alentejo.

Dizia o chefe:- Camaradas, temos de trabalhar vinte e quatro horas por dia.

Retorquiu-lhe, emocionado, um camarada:- E, se necessário for, até de noite.

A santa aliança PSD/BE, ainda do tempo da liderança ferreirista é obscena. Os cochichos entre Pacheco Pereira e João Semedo são de ir às nuvens.

Este não se despiu do fato estalinista, menos ainda aquele:-O "inimigo" a abater é, sem sombra de pecado, o Partido Socialista. Porquê? Simples:- O Partido Socialista é interclassista, é social-democrata, entra no eleitorado de esquerda (tanto do PCP como do BE) e entra no eleitorado do centro-direita, do PSD.

É aqui que bate o ponto.

Nem João Semedo, menos ainda Pacheco Pereira estão interessados no quer que se venha a apurar na Comissão de Inquérito. O que pretendem então? Diminuir os socialistas. Desgastar a sua liderança. De qualquer maneira. O modo implausível como questionam os depoentes...é todo um programa e sugere, exactamente, isto:- Desgastar o PS.

Foi neste ponto que Ana Catarina os sovou.

O eng.º Paes do Amaral, afastado da Média Capital desde 2005 era depoente.

Os factos que a Comissão "pretende" apurar ocorreram em 2009.

A deputada socialista pergunta ao depoente: - Em 2009, tinha o senhor engenheiro algo a ver com a TVI, com a PT, com a Média Capital, com a PRISA?

Resposta do depoente:- Não. Nada.

Não tenho mais nada a perguntar, concluiu a deputada socialista.

Isto suscitou discussão.

O "marreco" João Semedo sugeriu que a posição do grupo socialista "roçava a má criação parlamentar".

Não ficou sem resposta.

Entretanto, pela noite, no TVI24, João Semedo e Ana Catarina Mendes afrontaram-se sobre a sessão da Comissão de Inquérito.

Esta, com elevação. Aquele, com despudor, má criação e arrogância.

Eu continuo a insistir:- Isto ainda vai acabar bem.

Para já, a deputada socialista deu provas de competência, de seriedade e ética republicana.

Uma lição.

Parabéns.

 


publicado por weber às 10:29
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ana Catarina Mendonça Men...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...