Quarta-feira, 4 de Janeiro de 2012

O elogio do merceeiro

Sempre atento, sempre arguto, sempre gostosamente critico, Ferreira Fernandes tratou, como ninguém, da decisão financeira do merceeiro Alexandre Soares dos Santos, dono da JM e do Pingo Doce.

Observou-lhe os ditos, comentários e opiniões e concluiu, sem grande dificuldade que, de mercearia, de talhos e talhantes, o homem é entendido. Sobre politica e sobre fiscalidade...a bem da Pátria, aí já temos anedota.

Leiam a interessante crónica sobre talhos e mercearia, onde a politica também se intromete e por aqui.

Ah!, a minha nora e a minha neta são, também, holandesas.

Será que posso criar um empresa, com sede em Den Haag (na foto)?

Pergunta retórica. Não tenho empresas, não tenho dinheiro para o fazer e, claro está, não sou merceeiro.

tags:

publicado por weber às 10:42
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O elogio do merceeiro

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...