Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Manifesto

Surripiado à Sofia Loureiro dos Santos e ainda ao MFerrer, aqui se "linka" um Manifesto oportuno, para responder à insanidade que varre muita da nossa comunicação social e que configura uma gigantesca operação, a partir de uma central, que integra políticos, jornalistas, empresários, magistrados, policias, juízes, editores e tutti e quanti.

A democracia não é, nem nunca foi, um dado absoluto e adquirido para sempre.

A democracia precisa de ser defendida e de quem a defenda.

Eu estou aí.

Veja  Manifesto  assine-o, se assim o entender.

José Albergaria

Busto de Péricles, filho de Xantipo, o Ateniense.


publicado por weber às 13:09
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Manifesto

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...