Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011

D. Carlos Azevedo...no Vaticano

O bispo auxiliar de Lisboa, até ao fim do mês ainda Presidente da Pastoral da Acção Social e responsável pelos bens culturais da igreja e, dizem, "delfim" de D. José Policarpo, putativo candidato a ocupar o seu lugar de Patriarca de Lisboa, aquando da sua resignação, foi chamado pelo Vaticano, para exercer cargo "importante", como se pode ler aqui.

As decisões do Vaticano são, quase sempre, sábias e cheias de prudência.

Diz, quem disso sabe, que o Bispo Azevedo tem muitos anticorpos no seio do bispado de Lisboa e no Patriarcado. Muitos dos bispos auxiliares terão já manifestado, expressamente, animosidades em direcção a este auxiliar do Bispo de Lisboa, que também Patriarca e Cardeal por vontade papal.

Já começou a "corrida" para ocupar a "cátedra" patriarcal de Lisboa.

A última das manobras de D. José Policarpo foi "apossar-se" da Presidência da Conferência Episcopal, que estava "destinada" ao príncipe da igreja portuguesa, e historiador emérito, D. Manuel Clemente, Bispo do Porto. Este foi remetido a "porta-voz" da mesma, mas quase nunca fala! Diz-se que há inveja de D. José Policarpo em relação ao seu homólogo do Porto. Já o manifestou em publico...

D. Mauel Clemente, em meu entendimento, é o clérigo com o melhor perfil e curriculum para os tempos novos que se avizinham, complexos e cheios de escolhos.

Os desígnios dos seus confrades e do Vaticano são, quantas das vezes, obscuros e sinuosos.

A ida de D. Carlos Azevedo para o Vaticano, tanto pode significar um "afastamento", como uma "promoção". O futuro no-lo dirá.

A ver vamos, como diz o cego.

Leiam a noticia por inteiro, que vale a pena:

' O bispo D.Carlos Azevedo acaba de ser nomeado delegado do Conselho Pontifício para a Cultura. A decisão do Papa é divulgada a esta hora pelo Vaticano. O bispo auxiliar de Lisboa vai trabalhar na área dos bens culturais da igreja, uma função que deverá iniciar até ao final deste mês. D. Carlos Azevedo, bispo auxiliar de Lisboa, diz que acolhe com gratidão a nova missão que a igreja lhe confia e que constitui uma grande mudança na sua missão pastoral. Nos últimos três anos, D. Carlos Azevedo presidiu à Comissão Episcopal da Pastoral Social e integrou a Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais.'


publicado por weber às 11:40
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. D. Carlos Azevedo...no Va...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...