Segunda-feira, 4 de Abril de 2011

Um chefe

 

Vasco Pulido Valente, sempre foi esse o meu entendimento e a minha opinião é um dos grandes historiadores do século XIX e primeiro quarto do XX. É, provavelmente, o nosso melhor cronista da actualidade. O mestre dos mestres, já falecido, Victor Cunha Rego praticava a arte da concisão como poucos. Tratava a língua lusa como poucos.

Hoje, felizmente, temos o Ferreira Fernandes a mourejar, todos os dias, no DN e o Miguel Esteves Cardoso, em o Público. Mas são distintos do historiador. Este coloca as coisas no tempo e servidas por uma narrativa ímpar.

O retrato que publica de Passos Coelho, designando-o por "chefe", supremo remoque, é de tomo.

Surripiado no "câmara corporativa" é de leitura obrigatória para quem queira entender, um pouco, o quotidiano em Portugal.

Aqui.

tags:

publicado por weber às 15:32
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Um chefe

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...