Sábado, 8 de Maio de 2010

Uma pergunta para o Papa

 

Anselmo Borges numa cronica incisiva, em que questiona a origem da "esquerda" anatómica, geográfica, mesmo até linguistica, religiosa, termin-a com uma sibilina pergunta, que pode cair menos bem em tempo de visita papal...

Leiam-na por aqui que é bem proveitosa:

«Neste enquadramento, a pergunta decisiva não é então se Jesus é de direita ou de esquerda, mas quantos católicos tentam ser cristãos.»

tags:

publicado por weber às 10:46
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Uma pergunta para o Papa

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...