Domingo, 18 de Abril de 2010

A salvação da Pátria

Já se sabia que, novo e jovem líder, sem uma agenda politica muito consistente, ainda não testada, Passos Coelho tinha de inventar algo.

Pois, quando não se tem nada, ou pouca coisa se possui, a receita é simples. Em legislatura de revisão constitucional, como é esta, bora lá...vamos revê-la.

O país começa então a ter um tema social-democrata para debater.

Os especialistas desconfiam, mas começam a opinar.

Veja-se o rol deles que sugere que a Pátria não se salva com revisões profundas ou radicais. Será preciso mexer aqui e acolá, mas nada que possa abalar os alicerces da Constituição. Até para não permitir ao PCP assumir-se como pai zeloso da dita, apodando todos os outros partidos de fratricidas ou de padrastos.

Leia-se aqui artigo interessante sobre este tópico.

JA


publicado por weber às 12:03
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A salvação da Pátria

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...