Sexta-feira, 22 de Julho de 2011

Da incontinência vocabular

Já vi muitos políticos soçobrarem pela boca.

Melhor dito: pelo descontrolo verbal.

Os exemplos são aos milhares, ele há, na politica portuguesa, "maninho" deles.

O nosso actual primeiro-ministro, já tem uma boa duma colecção.

O "colossal" veio para ficar. Nem com a ajuda de Victor Gaspar, menos ainda com a sonsice de Cavaco & Silva, que bem tentaram um mortal encarpado...."entre desvio e colossal vai um dicionário de matizes" Passos Coelho se safou.

Mas, bem que podia estar calado sobre o tópico.

Agora, com as velas enfunadas pelas boas, mas mitigadas, ainda assim, noticias da Cimeira europeia, lá vem ele explicar que não há nenhum "buraco colossal" nas contas publicas.

Lá se passou, o Dr.Passos, do "desvio" para, pior a emenda que o "corneto", "buraco".

Pode confirmar a lengalenga por aqui.

tags:

publicado por weber às 10:24
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Da incontinência vocabula...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...