Sábado, 8 de Janeiro de 2011

A "dama-de-latão" e a rábula do taxista

Conta o DE que Manuela Ferreira Leite foi ungir Rui Rio, Presidente da Câmara do Porto, a pretexto do aniversário, o nono, do edil tripeiro (cheira bem, cheira a candidatura a presidente do PSD...digo eu).

Na ocasião vergastou a "classe" politica, o "dirigismo" politico, o governo e a actual situação em que o país se encontra.

Esta conversa fez-me recordar, quando eu era utilizador de taxis, uma situação que, recorrentemente, ocorria com alguns motoristas a perorar sobre Portugal e os portugueses:- Portugal é um país de merda; os portugueses são uns encolhidos, preguiçosos, aldrabões, incompetentes, uns bananas...só se interessam pela bola e pouco mais.

O que eu fazia? Deixava terminar a corrida, acertava as contas com o profissional e, em jeito de despedida, perguntava-lhe: - O meu amigo, há-de desculpar-me, mas fala tão bem português, fica-me uma dúvida: qual é, a bem dizer, o seu país? É estrangeiro, não é verdade?

Moral da história: quem falava assim tão mal dos portugueses, todos, de Portugal, inteiro, obviamente, que não poderia ser um dos nossos. Tinha, mesmo, de ser estrangeiro.

É o caso dos políticos, que vivem da politica há décadas, que se põem nesta posição de sovar a classe politica, os políticos, o dirigismo politico.

E a senhora MFL é o quê?

Jogadora de futebol?

Treinadora de andebol?

Gerente de bar de alterne?

Jogadora de bolsa?

Investidora do BPN?

É o quê, afinal?

Leiam o artigo do DE sobre estas infaustas declarações por aqui.


publicado por weber às 09:09
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A "dama-de-latão" e a ráb...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...