Domingo, 27 de Junho de 2010

Dos católicos

Tendo sido baptizado, feito a primeira comunhão, mas não a comunhão solene, menos ainda o crisma, confirmação madura do baptismo, e o único casamento que realizei, com uma judia, foi confirmado só no registo civil na Bélgica, Bruxelles, na comuna de Ixelles.

Entretanto divorciado, nunca mais contraí matrimónio.

Vivo em comunhão de bens, e com filho criado, na mesma casa há vinte e cinco anos com a mesma companheira.

Por interesse civilizacional, intelectual e académico acompanho muito do que ocorre na igreja católica.

Sou leitor severo e consequente do padre Borges, também teólogo e filósofo.

Católico confesso, mas ilustrado e homem de saber, ao qual acrescenta um livre pensamento, Anselmo Borges ajuda-me a compreender não só os problemas que cercam os católicos e a sua igreja, mas também os temas que perturbam a humanidade.

Desta vez aborda, e com que rigor, os chamados temas fracturantes que torturam a hierarquia velha, incompetente e, nalguns casos, desumana que controla a igreja católica.

Leiam-na. Esta vale bem a pena e a reflexão.


publicado por weber às 14:43
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Dos católicos

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...