Domingo, 17 de Julho de 2011

O governo e a "caridade"

No plano social, até da responsabilidade de cada um de nós, faz sentido poder falar deste tópico e praticá-lo.

Do ponto de vista do governo já não.

Ou fazem-se politica redistributivas da riqueza para corrigir desigualdades, ou pratica-se uma politica "assistencialista", mas na óptica da dignidade das pessoas, dos nossos concidadãos, mas nunca se pode assentar qualquer politica no "ressentimento social", como bem o diz Pedro Adão e Silva em artigo que publicou no Expresso e que pode ler por aqui.

O liberalismo tardio de Passos Coelho, agitado em campanha, já ficou nos bolsos da politica prática, mas as mesinhas ao gosto fundacional das misericórdias, bodo aos pobres, os nossos pobres, o uso dos nossos pobres...um gigantesco banco alimentar, é o que é.

tags:

publicado por weber às 11:28
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O governo e a "caridade"

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...