Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

Verdade, religiosidade, tolerância

De quando em vez, sinto-me nauseado.

Como tive o desplante, a arrogância, e a pretensão de "divisar" este irrelevante blog com a célebre fórmula aristotélica "sou amigo de Platão, mas amo a verdade" isto, às vezes, pesa-me e moe-me a carcaça.

Como sabemos, Platão era o Mestre do estagirita. Mas ainda assim o discípulo assumiu-se como o que procura a verdade e se guia por ela.

É o que eu tento fazer.

Já me aconteceu "mentir", já me ocorreu "faltar" à verdade. Sempre me penitenciei quando tal ocorreu e, nos casos, em que isso implicava terceiros a eles me dirigi, pedindo e apresentando desculpas.

Há quem assim não proceda.

Discorre sobre infaustos acontecimentos, biográficos, alguns, e não percebe que, uma vez lançados no espaço público da bloga podem ser questionados.

Há muita soberba na escrita da bloga.

Para mim é, cada vez mais, irrelevante se isso ocorre nos que têm uma estrelinha na testa a sinalizar "esquerda" ou outra de mesmo jaez a sinalizar "direita".

Vou descansar uns tempos e, como dizem os alentejanos, "encalhando"...volto.

tags:

publicado por weber às 11:44
link do post | comentar | ver comentários (10)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Verdade, religiosidade, t...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...