Sexta-feira, 29 de Junho de 2012

A História

Tenho defendido que, quem intervêm na "cidade", políticos, jornalistas, economistas, sociólogos, governantes, magistrados, banqueiros, empresários, designadamente, devem saber, conhecer a História e um bom pedaço de filosofia. Porquê? Não só por que sim, mas pela sua importância no domínio das crises, no seu conhecimento.

Leia-se este artigo de opinião de um dos brilhantes economistas da escola historicista dos USA, Bradford DeLong, e percebe-se o alcance da coisa: Os perigos da profecia.


publicado por weber às 17:15
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A História

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...