Sábado, 29 de Maio de 2010

O padre Borges não poupa nas palavras

Sabemos  que o padre Borges não vai muito à bola com este Papa, Bispo de Roma e Cardeal alemão.

Contudo em duas crónicas seguidas no DN reconhece que a visita que fez a Portugal deu-nos outras dimensões da personagem.

Mas deixa, sublinhando-os, aspectos positivos.

O modo com Ratzinger reenquadra a "verdade" de Cristo e em Cristo.

Como o Papa reinterpreta os milagres de Fátima, desvalorizando a Virgem em favor da mensagem de Cristo.

Mas, a ostentação, Senhor? Não havia necessidade. E a igreja imperial do púlpito e o povo no terreiro, distante? Também não havia necessidade.

E no altar só "androginos", sacerdotes que não sabe, em definição, po que é o amor humano, celibatários.

Leiam, por favor, a segunda crónica do padre Borges sobre a viagem de Bento XVI a Portugal.

tags:

publicado por weber às 10:22
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O padre Borges não poupa ...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...