Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

Irão: os bárbaros

A condenação é feita por convicção dos juízes, pois não obtiveram, sequer, provas e querem fazê-lo por lapidação.

A mulher tem dois filhos, que tudo estão a fazer para salvar a mãe.

Leia-se a noticia do infausto acontecimento e a ainda a crónica de Ferreira Fernandes sobre o mesmo "linchamento".

É esta gente que quer destruir Israel e que se reclama o "direito" de prosseguir com um programa nuclear.

Valha-nos deus, que até pode ser o que eles adoram.

As autoridades religiosas preparam-se para "matar" uma viúva que terá tido encontros sexuais com dois homens, depois de perder o seu.

A minha poeta, Inês Lourenço, também, denunciou este horror no seu logrosconsentidos: deveriamos ser milhões a fazê-lo.

 

tags:

publicado por weber às 16:53
link do post | comentar | ver comentários (3)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Irão: os bárbaros

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...