Sábado, 11 de Fevereiro de 2012

Gosto, muito, desta mulher

Já se disse por aqui, tal.

Assunção Esteves, actual Presidente da Assembleia da República, por obra e graça dos parlamentares, tem dado prova de rectidão, coragerm e competência essencial. Aqui e acolá, no dia a dia da gestão parlamentar, tem tropeçado na burocracia, mas, naquilo que é essencial...uma grande, enorme Presidente.

Ouçam-na, concertante e rigorosa a falar de "aborto", por aqui no DN.

E o resumo feito pelo matutino lisboeta:

'"Um balanço é difícil de fazer para quem não tem o domínio da estatística e quer ser rigoroso na resposta, mas uma certeza eu tenho: que o problema grave do aborto clandestino ficou, pelo menos em grande parte, arredado do nosso cenário", disse à Lusa Assunção Esteves, a propósito dos cincos anos, que se assinalam no sábado, do referendo que levou à despenalização da interrupção voluntária da gravidez a pedido da mulher, até às 10 de semanas de gestação.

Para Assunção Esteves, nestes cinco anos, o aborto deixou também "de ser um tema dilacerante e foi sendo aceite".

"Acho que as pessoas se adaptaram à ideia do equilíbrio entre os direitos da mulher e do nascituro, que na altura pesava apenas para um lado. A lei veio estabelecer um equilíbrio, não veio dar nenhum relevo absoluto a qualquer das partes, foi uma lei equilibrada", acrescentou.

Para a presidente do Parlamento, "hoje o que é importante é evitar (...) essas situações extremas".

"Sendo que quando estávamos numa situação de penalização atingíamos as situações extremas e as situações extremas das situações extremas", sublinhou, defendendo que não se deixar de investir no planeamento familiar.'

 


publicado por weber às 10:36
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Gosto, muito, desta mulhe...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...