Sábado, 20 de Março de 2010

"A lei J.P.P."

Pacheco Pereira, onde pode (Sábado, Abrupto, SICnoticias, Quadratura do Circulo e etc) queixa-se da asfixia democrática, do controlo dos media pela central de assessores de Sócrates.

Mas, seriamente, quem pretendeu calá-lo foi a iniciativa de Santana Lopes no Congresso do PSD de Mafra, com a alteração dos Estatutos que impede qualquer militante de "dar tiros nos pés" a 60 dias de distância de qualquer acto eleitoral.

Pedro Adão e Silva, arguto, presciente, percebeu que esta alteração foi feita ad hominem e visava...José Pacheco Pereira.

Veja aqui o texto de P.A.S. na edição de hoje do i.


publicado por weber às 12:04
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. "A lei J.P.P."

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...