Domingo, 27 de Novembro de 2011

Agrilhoado

Fotografia surripiada no blog do Daniel de Sousa, que muito estimo e aprecio, e que ilustra este tempo de insanidades e de incertezas.

É assim que me  vejo, me sinto e me penso.

Amarrado, agrilhoado a preconceitos, a paradigmas, a modos de estar, ser e fazer, que não servem para coisa alguma.

Tolhido por correntes mais reais do que virtuais, que me impedem de sair daqui para nenhures.

António Machado teve sempre razão: "Caminhante não há caminho...somente trilhos no mar".

Pois.

Em calhando temos de retornar ao mar, pessoana fórmula, "àquele mar salgado...que são lágrimas de Portugal".


publicado por weber às 09:18
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Agrilhoado

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...