Quarta-feira, 6 de Julho de 2011

VGM

Aprecio o tradutor, cultuo mesmo o poeta, considero o intelectual, mas detesto, tenho mesmo horror, ao "politiqueiro" não encartado Vasco Graça Moura.

É muito raro ler-lhe as diatribes que publica no DN.

Mas, hoje, não sei bem porquê, menos ainda por que não, li-lhe a prosa hebdomadária.

E, coisa de espantar, gostava de ter escrito este texto. Não só o subscrevo, como merece o meu aplauso...total e sem qualquer tipo de reservas mentais.

A critica severa que faz ao "seu", dele, governo a pretexto da aberração que é o AO...de aplaudir a mãos ambas.

Mas, mais do que o meu perorar, leia-se-lhe a bela da prosa.

«Milhões e milhões de livros e outros materiais escolares vão ser ingloriamente deitados ao lixo só por terem um c ou um p "a mais" numa série de palavras! O Estado investe e comparticipa na aquisição de livros escolares. Vai ter mais despesa. Mas nada (custos directos e indirectos implicados pela aplicação, valor astronómico da riqueza destruída, outras perdas) foi objecto de estudo quantificado e sério por parte das autoridades portuguesas! Isto é escandaloso numa altura em que as despesas das famílias com a educação já rondam os 1 400 milhões de euros; as da acção social escolar no ensino não superior, no tocante ao apoio sócio-económico, os 51 000 milhões; as das câmaras municipais, só na parte relativa a publicações e literatura, 136 000 e 15 700 milhões, entre despesas correntes e de capital. Voto no PSD e apoio o Governo. Mas leio no seu programa esta coisa de estarrecer: "o Governo acompanhará a adopção do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa garantindo que a sua crescente uni- versalização constitua uma oportunidade para colocar a Língua no centro da agenda política, tanto interna como externamente." No centro da agenda política, eu prefiro ver o combate ao desemprego à institucionalização do desperdício... Não se podem despender exorbitâncias com o AO, enquanto o 14.º mês é onerado com mais um imposto brutal! A troika impôs a drástica redução do défice e uma racionalização de despesas que também abrange a educação. Espera-se portanto que intervenha!»


publicado por weber às 11:53
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. VGM

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...