Terça-feira, 26 de Abril de 2011

Os dias de vésperas

 

O nosso Embaixador em Paris é homem que tem memória, que viveu momentos impressivos da nossa história contemporânea e, sente-se, comprometido com o sentido do devir.

Escreveu, faz 15 anos agora, texto memorialista e autobiográfico, mas onde colocou o ambiente de uma certa Lisboa, com personagens reais e com acontecimentos, hoje históricos.

Além do mais, o texto é servido por uma elegância literária que, não só se lhe adequa, mas como ainda o valoriza.

Provavelmente, o melhor texto que li na bloga a pretexto do 25 de Abril.

Pode saboreá-lo aqui.


publicado por weber às 11:10
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os dias de vésperas

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...