Terça-feira, 9 de Agosto de 2011

Miguel Relvas: a nova receita de serviço publico para a RTP

Miguel Abrantes publica post claro e esclarecedor das intenções do actual governo quanto ao futuro a dar ao grupo RTP.

A abordagem que faz, parece-me lúcida e consistente.

Recordo-me do tempo de Durão Barroso e do seu ministro da propaganda, o boxista, peso-pluma, Morais Sarmento. Também começou assim: grupo de trabalho para definir serviço publico de televisão. Acabou, de modo pífio, com o Canal 2 a fazer parcerias com privados e comandado pelo "Falcão da malta", agora a integrar as hostes escriturárias do "31 da armada".

Contudo, hoje, o problema é bem mais complexo.

Uma coisa parece clara, se a Sportv, como tudo o indica, ficar sem o negócio dos direitos do Benfica, o problema há-de resumir-se aos grupos Ongoing e a Cofina. Mas, destes, a Ongoing não tem os favores do tio Balsemão...com quem têm uma disputa judicial.

Vamos ver quem ganha este "tour de force".

Quem perde já sabemos nós: o contribuinte, que vai pagar para lhe "comprarem" o Canal 1 da RTP.

tags:

publicado por weber às 09:44
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Um governo de boas contas...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...
Em destaque no SAPO Blogs
pub