Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

É a realidade, palhaços

No seu "banco corrido" escreve texto enxuto e sóbrio sobre a imanência e prevalência da realidade, da nossa como país e como realidade circunstancial.

Pretextando uma frase, afirmação de José Sócrates ontem durante a entrevista que deu a dois jornalistas da RTP1.

A realidade entra-nos pela casa adentro e não nos larga.

De facto, metáfora à parte, o único que se disponibilizou para dançar o "tango" das dificuldades e das medidas impopulares foi Pedro Passos Coelho líder do PPD/PSD que está, de facto, a tirocinar para primeiro-ministro de Portugal.

Os seus detractores deveriam, humildemente, reconhecer que assim tem sido.

Tem sabido gerir a palavra e os silêncios. Tem-se revelado estadista na aproximação a Portugal e ao o governo em exercício.

É assim que se faz politica...que se deve fazer politica, melhor dizendo.


publicado por weber às 08:49
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Chamem um psiquiatra

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...