Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011

Wolfgang Amadeus Mozart

 

Requiem

A morte desanda pelos quatro cantos do universo. Tudo estiola em seu redor. Os mercados enlouqueceram. As bolsas viraram anoréxicas. As economias descarrilam fragorosamente. A única música que merece o tempo que nos foi dado viver...este denso, pesado, nocturno e misterioso Requiem de Mozart. Música de deus, dirão muitos. Música dos quintos dos infernos, como proseiam os nossos irmãos brasileiros.

tags:

publicado por weber às 14:26
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Bento XVI, pianista

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...