Sexta-feira, 16 de Abril de 2010

A derrota de Florival

 

Paulo Pedroso, sempre atento ao fluir daquilo que importa e, de algum modo, é importante faz a "recensão" do livro de Florival Lança, operário metalúrgico da Sorefame, dos dirigentes mais acarinhados pelos comunistas e considerado um dos quadros mais disciplinados no cumprimento das orientações dos responsáveis pelo sector sindical, quer seja o da DORLisboa (Rosa Rabiais, Marques dos Santos, José Manuel Cordeiro...nomeadamente), quer fosse o central da Soeiro Pereira Gomes, cujo patrão foi durante décadas o desenhador projectista, Domingos Abrantes.

Foi, provavelmente, um dos maiores e mais qualificados apoiantes do actual S.G. do PCP, Jerónimo de Sousa, quando, este, na época (1976-79) era um modesto Coordenador da C.I.L.

Florival foi dirigente da Comissão de Trabalhadores da Sorefame, dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos de Lisboa e foi o segundo Coordenador da União dos Sindicatos de Lisboa.

Aquando da crise, afastamento de José Luís Judas, responsável do Departamento Internacional da Inter, sector de grande melindre (estavam a negociar a integração na CSE...) colocou-se a questão:- Quem vai, pode, deve, substituir o Judas?

Mais ainda. Tal substituição não poderia ter a "oposição" do renegado, saneado Judas pelo pretigio que tinha no plano internacional.

A solução aceite por todos, pelo próprio PCP: Florival Lança.

É curiosa a actual posição de Lança, é singular a démarche e o livro.

Quando "devia" e seria útil falar, nada disse. Agora fala por quê e com que finalidade? Não se percebe.

Mas que tem o direito de narrar, na primeira pessoa a sua história e a "derrota politica" que sofreu enquanto responsável das relações internacionais da CGTP...sem sombra de dúvidas.

Leia-se aqui o comentário publicado no "banco corrido".

JA

tags:

publicado por weber às 10:50
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. "A alma colectiva do povo...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...