Terça-feira, 25 de Maio de 2010

"Valupi, o Mestre..."

A blogoesfera gosta, de um modo geral (fala a estatística) de mal dizer, da intriga rasteira, da humilhação, do insulto soez, da hipocrisia, da amizade conjuntural (os exemplos são aos milhares...exagero? claro que sim), que se desfaz ao sabor de uma mais que leve brisa de contradição*.

Valupi não é desses.

É personae limpa, proba, suponho mesmo que de bons costumes, honrado e assertivo.

Diz sempre ao que vem.

Escreve o que pensa, o que sente e o que quer.

Tem uma escrita belíssima, com uma prosódia, às vezes, a festejar quase a poesia.

Escolhe os temas com mor rigor e aborda-os com religiosidade, escrupulosamente.

Dizem-me que Valupi é uma ficção, esconde-se atrás dela um ser culto, educado ( o que, hoje em dia, não é coisa pouca), mas que usa TODAS as palavras, categorias, conceitos e definições adequadas à sua demanda argumentativa, descritiva, ou de polemista.

Não engana ninguém.

Mas tem a arte da contenção e não sofre da maleita da soberba.

Não o direi "mestre", menos ainda meu "mestre", por que tal me obrigaria a assumir-me como seu discípulo, o que exigiria de mim "superá-lo", ao bom modo de Nietzsche.

Digo-o, simplesmente, companheiro numa demanda que me parece poder partilhar com ele e que é divisa desta casa: " Sou amigo de Valupi, mas amo a verdade".

O titulo, que encima este meu texto vai aspado, por que é roubado à Ana Paula Fitas, num soberbo e limpo post publicado no seu, dela, "A nossa candeia".

* Um grande texto do Luis Nave publicado em o albergueespanhol que ilustra esta minha tese e que "roubei", aonde?, no "Aspirina B".

A quem? Ao Valupi, a quem havia de ser?


publicado por weber às 16:39
link do post | comentar | ver comentários (8)
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Arguto observador

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...