Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

MFLeite dixit

A vovó lançou um último cartaz, recuperando os tons escuros das roupas, mantendo o ar que lhe deram, mantendo-se com um ligeiro sorriso, que mais parece um esgar, nos lábios.

A frase pode ser lida, por inócua, de vários ângulos.

Pode ser interpretada de vários modos, por inócua.

Que hora é esta?

Não é, por certo, a ingente, poderosa, "É a hora!" do Pessoa.

Não é por certo a HORA em que foi preciso cerrar fileiras contra Castela, ou contra os franceses. Seria uma hora demasiado histórica.

Não será a hora de refeiçoar.

A senhora não parece que esteja com cara de quem está com fome.

Não é a hora de mudar de treinador no Sporting, clube do seu coração e onde o mano Dias Ferreira, troglodita do comentário futebolístico, é dirigente.

Só pode ser uma.

Disso estou quase certo.

É a hora de confessar que não vai ganhar as eleições; que anda a fazer um frete do caraças e que não lhe apetece mesmo governar Portugal.

Porquê?

Porque estamos de tanga; não temos dinheiro nem para uma sessão de fados na Adega Mesquita e, portanto, meus caros, e para concluir, ela me deixou dito:

"- Faço, amanhã, o debate com o engenheiro Sócrates, que é uma ficção, um mentiroso compulsivo, que anda a fingir, que é o que não é, e, depois, janto com a família e vou-me dedicar aos netos.

Esta é HORA e a VERDADE que tenho para vos dizer. E desculpem-me qualquer coisinha...MFLeite."

 


publicado por weber às 21:58
link do post | comentar
partilhar

. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...