Sábado, 15 de Janeiro de 2011

Da Biblia

  

Da Bíblia tiramos muitas coisas interessantes, tanto os crentes, os agnósticos, quanto eu, mesmo até os ateus. Veja-se o graal de Saramago, sempre em diálogo, sempre em conflito com o "deus" que ele achava que aí estva.

"Deus não «tem» religião...na eternidade não há religiões...Quando entenderemos isto!? Quando entenderemos o que quer dizer liberdade? Quando entenderemos o que quer dizer paz (shalom)?"

Palavras de Frei Fernando Gustavo Ventura, Franciscano Capuchinho de Fátima.

É ele, também, que alerta para um aspecto deveras interessante.

Na tradição judaica indica-se três tipos de mandamentos, grandes grupos, diga-se, mizwot que abrangem toda a existência humana:a categoria 'bên 'adam lammaqôm', ou seja, entre os homens e Deus; 'benn «adam lehaverô', entre um ser humano e outro; 'ben 'adam l'asmô, entre o homem e ele mesmo.

Todo um programa para a humana humanidade.

Centrem-se nestes mandamentos, todos nós, e a Terra seria mesmo um planeta azul, bonito para se viver.

Abraão, filho de Sem, caldeu, que vai fundar Israel.


publicado por weber às 17:13
link do post | comentar
partilhar
:
De artesaoocioso a 16 de Janeiro de 2011 às 07:29
Onde está a admiração? O virtuoso » e franciscano padre Milícias é um jogador assíduo
Mas as suas virtudes não acabam aqui. Tem o jeito especial par estar nos locais onde há orçamento generosos.
Cumprimentos


De weber a 16 de Janeiro de 2011 às 12:15
Creio que este comentário era mais adequado no post do "casino", mas ainda assim...
Parece-me que conhece mal o Frade Melicias e que está prenhe de preconceitos.
O único local onde esteve, onde de havia dinheiro, mas também muita obra de interesse social, o Montepio, que é banco e Mútua...como Presidente do CA, cargo ocupado por gente muito boa, depois e antes dele.
Considere-se cumprimentado


De artesaoocioso a 16 de Janeiro de 2011 às 22:03
Efectivamente errei o post sobre o padre Milícias
O seu gosto pelo jogo é quase lendário, não oferece dúvida.
Quanto aos locais onde há dinheiro (havia no Montepio e não vejo porque teria de estar um padre no CA ), houve mais.
Assim de memória lembro apenas a independência de Timor. O «nosso» padre foi para lá coordenar um fundo e a bandalheira era tão grande, que Jaime Gama, então ministro dos negócios estrangeiros, deslocou-se expressamente a Timor para o demitir.~
Mas há mais. Não ponho as mãos no lume ...


De weber a 17 de Janeiro de 2011 às 10:25
Eu também não, tanto mais que o nosso Frade menor...é do Sporting.
Quanto ao resto... fiquemos por aqui.
Mas sempre lhe digo que já tivemos padres em tudo quanto é sitio, até no PCP: Pe. Felicidade Alves e, actualmente, o Pe. Silva na Madeira.


De artesaoocioso a 18 de Janeiro de 2011 às 08:24
Ok.


Comentar post


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. The End

.arquivos

.tags

. todas as tags

.últ. comentários

Chame-me Parvo….Pois é, Sr. Pedro Tadeu, é isso me...
Em destaque no SAPO Blogs
pub